Novidades

Análise: Pro Evolution Soccer 2013

Por Eduardo - sábado, 13 de outubro de 2012 Sem comentários

Nota


92Excelente
ESCOLHA DO EDITOR

(Nossa equipe concordou plenamente com a nota do Baixaki Jogos, por isso não houve alterações na nota)


Pontos positivos

  • Mecânica renovada e divertida
  • Influência brasileira
  • Brasileirão Serie A
  • Vida Futebolística com Libertadores
  • Grande variedade de estádios
  • Novos dribles
  • Player ID
  • Online povoado
  • Detalhes que fazem diferença


Pontos Negativos

  • Desatualizado
  • Excesso de impedimentos
  • Visual dos jogadores do Brasileirão

PONTOS POSITIVOS

Mecânica renovada e divertida

A mecânica do jogo foi modificada, os dribles estão essenciais para diversas jogadas e o sistema de impacto está mais realista. De modo geral, toda a dinâmica do jogo dentro de campo foi modificada. Os jogadores recebem um passe e conseguem dominar a bola de diversas maneiras, por exemplo.

É possível executar diversos tipos de chutes: trivela, colocado e comum. Além disso, há os novos dribles que será comentado aqui em outro tópico. Tudo ensinado no modo de treino.

Pode ser que Pro Evolution Soccer 2013 não seja o melhor em realismo, porém a diversão proporcionada pelo jogo não é de se discutir.

Influência brasileira

O jogo mostra a preocupação da Konami em relação ao nosso país. A implementação de música brasileira, do Brasileirão, de estádios brasileiros e de um jogo totalmente em português agradam em muito o povo brasileiro.

 Veja o estádio do Morumbi retratado em PES 2013:


Brasileirão Serie A

A inclusão da Serie A do Brasileirão no game foi essencial para os jogadores brasileiros. Todos os times estão licenciados, com seus devidos uniformes e logos reais. Até o uniforme dos goleiros está correto, algo que nunca aconteceu em "FIFA".

Os times brasileiros podem ser utilizados no modo "Vida Futebolística", ou seja, na "Master League" e no "Rumo ao Estrelato".

Lembrando que o nome da liga não é licenciado, ou seja, é fictício. Ela está representada como "Liga do Brasil" e a sua copa como "Copa Brasileira".

Veja o trailer de anúncio dos times brasileiros:



Vida Futebolística com Libertadores

Já era de se esperar que todos os times brasileiros participassem dos outros modos de jogo. Com isso o modo Libertadores iria aparecer junto, semelhante aos times europeus com a UEFA Champions League. 

No modo "Vida Futebolística" é possível escolher entre começar na América Latina ou Europa. Lembrando que a "Vida Futebolística" inclui a "Liga Master" e o "Rumo ao Estrelato".

No modo "Master League" você pode escolher entre uma escalação da Liga Master ou a escalação original de um time escolhido. Explicando melhor, na escalação da Liga Master, não importa que time você escolher, todos os jogadores serão iguais e fictícios. A única mudança é o emblema.

No modo "Rumo ao Estrelato" você começa num time de 2º divisão fictício e depois pode ser contratado por um time da região que você escolheu (Europa ou América Latina).

Lembrando que a América Latina só possui times do Brasileirão, ou seja, os times argentinos e companhia não poderão ser utilizados, mas poderão tê-los como adversário na Libertadores.


Grande variedade de estádios

A quantidade de estádios aumentou muito, agora você não terá problemas em jogar sempre no mesmo local. São quase 50 estádios diferentes, alguns adicionados por DLC.

Para se ter uma idéia, o jogo possui todos os estádios dos times de primeira divisão do campeonato espanhol (Liga BBVA), além das sedes das finais das principais competições como UEFA Champions League, UEFA Europa League e UEFA Super Cup.

Além disso, há dois estádios brasileiros: Estádio Urbano Caldeira (Vila Belmiro) e Morumbi.

Em cada estádio há um trabalho minucioso de representação de como ele é realmente. Símbolos de times no campo, tipo de gramado, flores atrás do gol, design da arquibancada, banco de reservas e outros detalhes fazem a diferença no jogo.

Veja alguns dos estádios:


Novos dribles

Todos os dribles do jogo anterior foram acrescentados à nova versão. Alguns foram refeitos e melhorados de acordo com a nova mecânica de domínio de bola. Agora o drible é essencial para diversas jogadas.

Além disso, foram implementados novos dribles. Entre eles se destacam: o chapéu, o drible da vaca, o famoso "rolinho" pelo meio das pernas e um outro drible que desconcerta a defesa de qualquer adversário. Todos esses destacados aqui podem ser aprendidos no modo de treino.

O chapéu pode ser aplicado após se receber uma bola a uma velocidade a uma certa velocidade e  bem quando ela chegar nos pés, apertar o analógico direito e levantar a bola. Após isso, devemos mover o analógico direito para o lado contrário à visão do jogador. Fazendo esse procedimento, aplicamos um chapéu por cima de nosso próprio jogador e do adversário que deve estar marcando atrás. Falando assim parece até complicado, mas não é.

O drible da vaca já é mais difícil de se fazer no meio de um jogo e o "rolinho" (nome não sitado no jogo) é mais simples. Tudo é questão de jeito.

Há ainda o outro drible que destaquei que não possui um nome próprio, mas que faz qualquer defesa ficar olhando a bola passar. Para fazê-lo, devemos correr em uma direção, soltar o analógico esquerdo e rapidamente colocar o analógico direito para baixo ou para cima. Após isso retome o controle com o analógico direito na direção inicial. O movimento deve ser rápido para que o drible se concretize.

Com isso devemos nos acostumar com o jogo e modificar o posicionamento da defesa contra os dribles, principalmente  contra este último citado.

Não se preocupe com a dificuldade dos dribles, falando parece difícil, mas no treino estará tudo muito bem explicado.


Player ID

O Player ID é um dos grandes destaques nesta versão do jogo. Ele permitirá que cada jogador famoso tenha suas próprias características reais retratadas no jogo. Para entender melhor, veja os vídeos:






Online povoado

Nesse ano, quem entrar no modo online vai encontrar pessoas quase sempre dispostas a jogar, até mesmo nas madrugadas.

O modo online agora está sem lags, sumiços de bola e jogadores se atravessando. Houve uma maior preocupação da Konami neste aspecto, já que "PES 2012" tinha sérios problemas no modo online.

Detalhes que fazem diferença

O jogo é rico em diversos detalhes, principalmente dentro do campo. Os estádios são representações fiéis aos da realidade. Neles podemos ver repórteres, câmeras, fotógrafos, técnicos à beira do campo, jogadores reservas no banco, câmera dinâmica atrás do gol.

Esses detalhes podem ter sua utilidade em campo, não sendo só por aparência. Por exemplo, quando se comemora um gol, um câmera móvel pode vim e filmar a comemoração. As imagens filmadas por essa pessoa podem passar diretamente na tela do jogo, na mesma perspectiva e posição da imagem real filmada. Até a luminosidade do sol ou da lâmpada do estádio é refletida pela lente da câmera e dá uma impressão muito realista.

Um segundo exemplo é que as imagens transmitidas pelos replays são transmitidas, algumas vezes, pelos câmeras centrais.

Outro detalhe importante é na movimentação de cada uma dessas pessoas (filmagem e fotografia) na conquista de um título. Os repórteres e câmeras entram em campo e fazem filmagens dos jogadores, também na perspectiva das câmeras (às vezes). Na hora dos jogadores posarem para a foto, o fotógrafo se posiciona e tira a foto. A foto estará presente na galeria se você estiver no "Rumo ao Estrelato".

Além dos detalhes dentro de campo, há também alguns nas opções em geral. Por exemplo, dá para criar estádios, editar jogadores, fazer transferência, mudar uniforme, implementar logos e imagens reais de rostos para implementar onde desejar.

PONTOS NEGATIVOS


Desatualizado

O grande problema de "PES 2012" se repetiu novamente nesse versão e, como é de prache, já existem várias transferências desatualizadas. Por exemplo, o Elano ainda está no Santos, o Liedson no Corinthians, Diego Souza fora do Vasco da Gama e Correa ainda no Palmeiras. Outras transferências mais recentes que não foram atualizadas, como a do Ganso no São Paulo, não podem ser contadas como ponto negativos porque o jogo já estava pronto na hora da contratação do jogador.

Excesso de impedimentos

Mesmo com a melhoria na inteligência artificial (IA), parece que o "PES" continua o mesmo nos aspectos de impedimentos. É difícil alguém jogar multiplayer e acabar não se irritando com o excesso de impedimentos. Os jogadores ainda não sabem esperar a hora certa de partir para o ataque, ocasionando irritantes impedimentos que atrapalham qualquer ataque e deixam as partidas mais cansativas

Visual dos jogadores do Brasileirão

Se por um lado a Liga Brasileira esbanja uniformes licenciados e fielmente representados, por outro há uma incrível falta de preocupação com o visual dos jogadores. Por exemplo, Marcos Assunção e Fábio Santos estão cabeludos e Barcos com um corte militar. Parece que a Konami se esqueceu de observar os jogadores do campeonato brasileiro, isso se mostra evidente não apenas no visual dos jogadores, mas também nas habilidades muito mal distribuídas.


Marcos Assunção ganhou uma inexplicável cabeleira em PES 2013


Ícones retirados de Baixaki Jogos e UOL Jogos

Sem comentários em " Análise: Pro Evolution Soccer 2013 "

Por favor, clique apenas uma vez no botão de publicar comentário e espere carregar. Evite a duplicação deles!

Obrigado pela participação!