Novidades

Análise - Naruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm Revolution

Por Revegeance Team - domingo, 21 de setembro de 2014 Sem comentários
"O próximo jogo promete ser espetacular, mas esse não foi"


Naruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm Revolution tenta, de alguma forma, proporcionar um bom jogo aos fãs da série. Fica claro, porém, que não foi isso o que conseguiram produzir. O jogo foi limitado pelo anime e por um dos seus antecessores.

O anime do Naruto progrediu pouco desde seu último jogo e, por isso, o modo história iria ficar, de qualquer modo, comprometido. Isso já é característico da série e aconteceu o mesmo com Naruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm Generations. A diferença foi o modo com o que lidaram com isso.

Em Generations, a história do Naruto foi contada desde o começo. Em Revolution já não podia-se fazer o mesmo. A ideia foi criar um modo de jogo que pudesse substituir a campanha principal, mas não deu muito certo. Então, para preencher o jogo, foi necessário criar o Naruto-Mecha junto com a sua história. Os desenvolvedores, querendo agradar aos fieis fãs da série, ainda acrescentaram partes baseadas no enredo original do anime. 

Vamos ver, parte a parte cada aspecto desse jogo:


Torneio Mundial Ninja (+-)



O Torneio Mundial Ninja é o modo pelo qual o jogo é chamado de Revolution. A "revolução" está basicamente na forma que o torneio acontece, com quatro jogadores ao mesmo tempo. Na maioria das vezes, o vencedor é aquele que possui mais esferas de energia.

Tudo isso simplesmente não convence os gamers. O modo está muito vazio, com apenas algumas missões sem graça para aumentar a jogatina. O que realmente motiva os jogadores é saber que após vencer cada torneio, você recebe uma premiação.

História de Mecha-Naruto (+)



Muitos dos fãs da série provavelmente não gostaram do novo personagem Mecha Naruto, apesar disso é incrível que a melhor parte do jogo seja a história dele. Apesar de não vivermos grandes emoções, como nas actions-time dos antecessores, esta parte do game consegue prender o jogador sem entendiá-lo por completo.

Fugas Ninja (-)



Ao ler a descrição deste modo, pensei finalmente achar o que tanto queria. Parecia ser o modo história divido em fragmentos... e é, mas da pior forma possível.

Além de ser pouquíssimos fragmentos, eles parecem mais com um anime do que com um jogo. Compramos um jogo para jogá-lo, e não para assistí-lo.

Realmente decepcionante!

Multiplayer (++)



São 100 personagens presentes no multiplayer, o que podemos considerar como a grande qualidade do jogo. Sobre a nova dinâmica dos combates, com adições de três modos diferentes de batalhas para os personagens, a "inovação" não é animadora, mas também não é ruim.

Conclusão



O jogo pode até não ter tantos defeitos, quanto mencionados aqui, para um fã, mas devemos tratá-lo de uma forma analítica. Gosto muito dos jogos de Naruto e daria uma nota 8,5 pela diversão proporcionada, mas considerando a perspectiva geral da comunidade gamer, a nota para o jogo é essa:

Nota: 70 - BOM


Como de costume, segue a comparação com o antecessor da série:

Naruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm Revolution --> Nota 70

Naruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm 3 --> Nota 96

O jogo piorou em 26 pontos

Sem comentários em " Análise - Naruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm Revolution "

Tivemos de moderar os comentários, pois a incidência de spams aumentou consideravelmente